segunda-feira, 23 de abril de 2012

A popularidade recorde de Dilma Rousseff

Popularidade é sinônimo de ‘barriga cheia’ nos países em desenvolvimento. Logo, FHC é o maior responsável pela popularidade recorde da Dilma. Explico:

O Plano Real foi o maior programa de inclusão social do Brasil. O fim da inflação e a estabilidade da moeda geraram um tsunami de ascensão social tirando milhões de brasileiros da miséria.

Não existe ‘Salvador da Pátria’ nem fórmulas mágicas. Os avanços sociais e econômicos são frutos de ações contínuas. A verdade é que a virada brasileira começou com Itamar, FHC deu seqüência e Lula, o presidente mais oportunista da história, levou os louros.

O sucesso do Real foi tão intenso que permitiu a Lula governar 8 anos sem tomar uma medida impopular sequer, pensando apenas na própria popularidade. Perdemos uma época de ouro. Poderíamos ter promovido todas reformas necessárias, mas o PT colocou o partido acima dos interesses da nação.

É por isso que os petistas jamais vão admitir a importância do Real.

João Paulo M.

5 comentários:

  1. Respostas
    1. Governo nenhum reduz miséria com inflação. Quem acabou com a inflação no Brasil, o PT de Lula ou o PSDB de FHC?

      Excluir
  2. O plano Real não derrubou a inflação e sim uma deflação mundial que fez cair as inflações no mundo inteiro. A inflação brasileira continuou sendo uma das maiores do mundo durante o seu governo. O real foi uma moeda drasticamente debilitada. Isto é evidente: quando nossa inflação esteve acima da inflação mundial por vários anos, nossa moeda tinha que ser altamente desvalorizada. De maneira suicida ela foi mantida artificialmente com um alto valor que levou à crise brutal de 1999. Outro mito é que seu governo foi um exemplo de rigor fiscal. Um governo que elevou a dívida pública do Brasil de 60 bilhões de reais em 1994 para mais de 850 bilhões, oito anos depois, é um exemplo de rigor fiscal? Fonte:http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2010/10/25/fhc-e-um-fracasso-comparacao-com-o-lula-e-de-dar-pena/

    ResponderExcluir
  3. Vc está certíssimo!
    Lembro-me mto bem da inflação,que no fim do gov Itamar e começo do gov FHC foi sendo debelada e nós nem acreditávamos que estávamos podendo planejar nossa vida e que os preços dos alimentos não subiam assustadoramente do dia para a noite. Foi um tempo de alegria e segurança que nós mal acreditávamos que estava acontecendo!
    A turma jovem, que era mto criança para entender e estabelecer comparações, infelizmente, fala mta bobagem,porque, além de não terem aprendido por serem crianças, não tiveram bons professores para mostrar-lhes a diferença!
    É uma pena,mas foi um marco histórico para o país, e quem não sabe,não aprendeu, solta um monte de besteiras agora que tudo está em ordem.
    Eu vivi naquela época,e sei bem estabelecer a diferença,independente de partidos ou fanatismos políticos!
    Acho que a ira do ex-presidente é de não ter sido capaz de fazer um feito marcante,histórico, como fez seu antecessor.
    É uma pena. Mas quem viveu tudo anteriormente,sabe mto bem que FEZ e quem CONTA BRAVATAS!

    ResponderExcluir
  4. EM REFERÊNCIA A UM COMENTÁRIO QUE DIVULGA UM LINK COM UMA CARTA QUE DE MANEIRA COVARDE INDUZ UM DEMÉRITO A FHC PARA EM CONTRAPARTIDA ATRIBUIR mérito ao Luis Inácio.
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    Eu vivi de fato os dois governos.
    Cheguei a ter linha telefônica como investimento.
    Vivi a experiência de ter aplicado em renda fixa, um pequeno valor é bom deixar claro, mas que já rendia em uma semana, o equivalente a 25% do que era meu salário na época.
    Enfim, o que quero dizer, é que quem viveu de fato as duas épocas, mesmo após ter lido uma carta de um catedrático que desmerece o governo FHC, e atribui ao governo do sucessor o FALSO "brazilian dreams", que hoje beira a ruína ainda sob o DESgoverno petista, PODE CONTESTAR o catedrático que publicou uma "carta resposta" a quem ele chama de Fernando, em especial pelo fato de tal carta estar publicada em um blog onde a conversa seja À FIADA.
    Um blog de um MERCENÁRIO que recebe MUITOS milhares de NOSSOS reais de NOSSAS estatais.
    UM MERCENÁRIO TRAIDOR DA PÁTRIA!
    E AFIRMO, o senhor catedrático autor da tal carta resposta, pode plenamente ter razão quanto a algumas atribuições econômicas as quais faz menção, e quem sou eu para questioná-lo a este respeito, MAS o questiono CONVICTAMENTE sobre o seguinte: Se não foi o governo FHC que estabilizou a economia brasileira, com trabalho iniciado já no governo Itamar, explique aos seus compatriotas brasileiros, com seus conhecimentos em ciências econômicas, qual foi a medida adotada pelo governo petista que nos conduziu ao "brazil maravilha"?
    Não consegui encontrar menção acerca da medida econômica que o governo petista tenha implementado, em alguma espécie de correção "dos vários erros" do PLANO REAL.
    Aquela carta, pode enganar uma grande parte de garoto de 20 e poucos anos que não tinham nem nascido antes do governo FHC e nem mesmo no primeiro mandado do mesmo, bem como a um outro tanto de outros incautos, pelo teor manipulador e covarde do demérito, mas a maioria dos brasileiros como eu, não serão enganados, porque mesmo que não tenhamos domínio das ciências econômicas, NÃO NOS FALTA BOM SENSO para entender que o sucessor de FHC, é tão de carne e osso quanto qualquer um de nós, o que impossibilita a utilização de alguma espécie de vara de condão, como quase sugere a defesa de que o sindicalista é "puro êxito" e FHC "um fracasso".
    Que vergonha senhor catedrático, usar de sua formação acadêmica, para enganar incautos, conduzindo-os ao endeusamento daquele que é um PÉSSIMO exemplo para o Brasil.

    ResponderExcluir