segunda-feira, 16 de julho de 2012

O efeito R49

Os frutos positivos da contratação de Ronaldinho Gaúcho extrapolam sua atuação dentro das quatro linhas.  A convivência com o pentacampeão no dia a dia da Cidade do Galo elevou a autoestima e injetou confiança nos novos valores do clube como, por exemplo, o garoto Bernard, que vem comendo a bola no Brasileirão.
O Atlético-MG se transformou em vitrine e atletas de ponta como o goleiro Victor, passaram a dar preferência para o mercado mineiro, apesar de saber que a mídia privilegia de forma escandalosa o eixo Rio-SP.
Ronaldinho Gaúcho exerce hoje no Galo a mesma influência e liderança que o argentino Sorín exercia quando atuava na Toca da Raposa.  É ele, Gaúcho, que faz os contatos com estrelas do futebol para trazê-los para o clube de Vespasiano.
Alexandre Kalil lhe passou a missão de contatar Robinho. E em breve a torcida atleticana poderá se ver diante de mais uma contratação de impacto. 
João Paulo M.

2 comentários:

  1. R51 tinha que ser geneticista pra extiguir o DNA do fracasso que carrega o clube tb.
    Como faz???

    ResponderExcluir